Carvão Vegetal




 
Carvão Vegetal
Fonte de Energia e Carvão Vegetal no Brasil
Carvão Vegetal x Mineral
Carvão Ativado e Biocarvão
Curiosidades e Dicas
Carvão vegetal na medicina
Fale Conosco
Mapa do site



   
 





Carvao Vegetal x Mineral e Energia renovavel x nao renovavel
Carvão vegetal x Carvão mineral

    carvao-mineral.jpg Diferente do vegetal, o carvão mineral é uma fonte de energia não-renovável, é um combustível fóssil, extraído do solo através da mineração. É muito utilizado por ser uma matéria-prima barata e abundante, principalmente, como fonte de energia elétrica, aquecimento de máquinas em siderúrgicas, indústrias, na fabricação de plásticos, explosivos, inseticidas, fertilizantes etc.
 
     A emissão de gases extremamentes poluentes na atmofera, como o dióxido de carbono, são resultados de sua queima. Esses gases poluentes contribuem com o aumento do efeito estufa, o aquecimento global e a chuva ácida.

     O próprio homem tem destruído o Planeta Terra, pela falta de medidas inteligentes que favoreçam o meio-ambiente. Para tentar reverter essa situação, foi criado um tratado internacional chamado de Protocolo de Kyoto, com o objetivo a redução da emissão de gases poluentes, e a criação de formas de desenvolvimento mais benéficas.
 
     Para que houvesse uma redução relevante, os países teriam que diminuir de forma drástica a emissão desses gases, e começar a implantar novas formas de energia, porém, isso afetaria grandemente o crescimento econômico. Dessa forma, alguns países não ratificaram o protocolo, e outros não conseguiram alcançar as metas no tempo subestimado.

     industriaOs países em desenvolvimento não são obrigados a cumprir as metas do protocolo, mas já são grandes emissores de gases poluentes. Sendo assim, muitas pretensões foram frustradas, e a mudança que se esperava, ainda não aconteceu. O tratado tocou apenas a superfície do problema, com isso, espera-se que nos próximos anos, de acordo com um novo tratado, ou com uma ementa do Protocolo de Kyoto, haja uma relevante redução.

     Por essas e outras razões, o carvão vegetal se mostra muito mais benéfico para o meio-ambiente, pois além de ajudar na redução de CO2, ajuda também na regeneração do oxigênio, e sua produção emite uma porcentagem de gases poluentes muito inferior ao da produção do carvão mineral. Além de tudo, é uma ótima oportunidade para novos empregos, pois o número de pequenas e médias plantaçãoes de eucalipto crescem a cada ano.

Energia renovável x não renovável

     Há outro ponto que difere o carvão vegetal, do mineral: o tipo de energia.

     A energia não renovável, é obtida através de recursos naturais, que possuem quantidades limitadas, portanto, após ser utilizada, acaba! Ou seja, não pode ser reposta através da natureza, ou pela ação humana, dentro de um prazo útil. Uma vez esgotada, não há reservas. Portanto, quanto mais usarmos esse tipo de energia, podemos ter a certeza de que no futuro, não será um recurso disponível.

     Os combustíveis fósseis e nucleares, podem ser classificados como não-renováveis, e são os mais utilizados atualmente. Os principais são: Carvão Mineral, Petróleo e Gás Natural.

     Como já visto mais acima, o carvão mineral é o combustível mais abundante, e um dos mais poluentes. É extraído do subsolo através de processos de mineração.

     O Petróleo é a principal fonte de energia atual, e pode ser encontrado na terra e no mar, principalmente nas bacias sedimentares. É responsável por grande parte do aquecimento global, e do efeito estufa, por conta da grande utilização em meios de transporte.

     O Gás Natural, é a fonte de energia menos poluente comparada às outras, normalmente encontrado junto das reservas petrolíferas, porém é difícil extraí-lo. É muito utilizado como gás de cozinha.
 
Energia Renovável
 
     A energia renovável vem de recursos naturais que não se esgotam, pelo contrário, se regeneram naturalmente, ou pela ajuda do homem. Portanto, por mais que o carvão vegetal utilize árvores, são árvores de reflorestamento, que se plantadas sempre, nunca se esgotarão. E para melhorar, as formas de energia renovável, quase não contribuem para a poluição, são ambientalmente corretas.

     Atualmente, em média, de toda a energia utilizada no mundo, 20% são de fontes renováveis, onde 13% é proveniente da Biomassa.

Algumas fontes de energia renovável:
 
energia-solar.jpgEnergia solar: é a energia obtida através da luz do sol, e na maior parte das vezes, captada por painéis solares, presentes em lugares estratégicos. Além de dar origem à outras formas de energia, também pode ser transformada em calor, energia térmica ou eletricidade.

Biomassa: é a utilização da energia que vem de produtos de origem animal e vegetal, para a produção de energia elétrica e calorífica.  Os biocombustíveis, como o biodiesel, biogás e bioálcool, são transformações a partir de resíduos orgânicos.

Energia hidráulica: a água das chuvas formam rios que são represados, fornecendo a força necessária para que as turbinas que produzem energia, possam girar. Esse processo ocorre também, quando há um fluxo de água corrente, ou de ondas.

Energia Eólica: é um tipo de energia obitida pela ação do vento, portanto, ocorre pela energia cinética, gerada pelas correntes aéreas.  Nesse processo, há também uma grande participação da energia solar, pois ao aquecer a superfície da Terra de forma heterogênea, alguns lugares ficam com baixa pressão, e outros com alta pressão, dessa forma, o ar se move gerando ventos.

Energia Geotérmica: é a energia que vem do interior da Terra, um aproveitamento de águas quentes e vapores, com intuito de produzir calor e eletricidade. 

Energia Maremotriz: é a energia obtida pelo movimento das ondas dos mares, das marés, e também pela variação de temperatura entre os níveis de água. A produção de energia ocorre pelo trabalho da força gravitacional entre a Lua, a Terra e o Sol.

Energia do Hidrogênio: através da combinação de hidrogênio com o oxigênio, há a produção de vapor de água, gerando uma energia, que é convertida em eletricidade.